FLASH MODE

Confira muito mais

Menu Close

Veja como esta a educação pública nos estados do Brasil

A educação é um dos aspectos mais importantes de uma sociedade e por isso, deve sofrer manutenção e adaptações constantemente.  Alguns estados são líderes em educação, enquanto outros ainda precisam passar por mudanças de funcionamento. Veja a seguir como está a educação pública nos estados do Brasil.

O Rio de Janeiro, por exemplo, é um estado que possui muitas referências em educação. Tanto para a rede privada, quanto para a rede pública os índices de aprovação no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) são muito positivos.

Além disso, em estados como Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco, por exemplo, há um recurso muito interessantes que pode garantir a vagas dos estudantes.

É a matrícula fácil, um recurso online que permite que os país e responsáveis realizem a pré-matrícula dos estudantes sem sair de casa. Garantindo assim, a vaga na melhor instituição.

Você pode acessar a matrícula Fácil Rio 2020 sem sair de casa e reservar a entrada do seu filho. Assim, só é preciso levar a documentação de maneira presencial quando as aulas começarem. Com essa matrícula os país economizam tempo e evitam as escolas lotadas na hora da matrícula!

Além da possibilidade de matrícula fácil, Pernambuco é um estado que investe na educação com possibilidades exclusivas para os jovens.

É o caso do Programa Ganhe o Mundo, uma iniciativa que implanta o ensino da língua inglesa através de um curso extracurricular nas escolas e seleciona os estudantes mais capacitados ara fazer intercâmbio gratuito.

Outro estado do Nordeste que possui uma inciativa semelhante é a Paraíba, com o Programa Gira Mundo. Ambas as propostas elevaram o nível de educação das escolas públicas.

Outras regiões como Alagoas, Bahia, Ceará e Rio Grande do Sul também disponibilizam algumas destas facilidades para o estudantes. Isto porque a rede pública tem recebido cada vez mais alunos e é preciso facilitar a matrícula.

Enquanto isso, no Pará, que possui a possibilidade de matrícula fácil para Belém, está um dos piores índices em relação a educação. A alta taxa de evasão do estudantes é alarmante.

Outro que possui baixo índice de crianças matrículas e presentes nas escolas é o Amapá, que também ficou em os piores no quesito educação.

Nem todos os estados podem utilizar da matrículas 2020por isso, é importante verificar se a sua região já está disponibilizando esta plataforma.

É o caso do Rio Grande do Norte, que não disponibiliza da opção mas é o segundo melhor estado do Brasil para quem quer investir em educação de qualidade.

Como consultar os dias de pagamento do Bolsa Família?

O Bolsa Família é um dos programas sociais vigentes mais importantes do Brasil, pois será ele o responsável por garantir que as necessidades básicas das famílias sejam atendidas. Se você se inscreveu ou pensa em se inscrever para o Bolsa Família, deve consultar os dias de pagamento do seu benefício.

Qual a proposta do Bolsa Família?

O Bolsa Família surgiu durante o Governo Lula com a proposta de combater o estado de pobreza e forme no país. O seu principal objetivo é dar suporte às famílias que se encontram em situação de pobreza.

Milhares de famílias se beneficiam do programa, que tem o objetivo de proporcionar acesso ao transporte, a alimentação básica, a vestimenta, entre outros.

Quanto irei receber?

O Bolsa Família possui um valor base de R$ 89,00, que poderá ser modificado dependendo da situação da família. Quem possui filhos, por exemplo, receberá um adicional de R$ 41,00 para cada filho entre 0 e 15 anos.

Vale lembrar também que existe o adicional ara famílias que possuam membros gestantes, representando um acréscimo de R$ 41,00 durante os nove meses da gestação. Vale lembrar que cada família pode acumular até cinco benefícios no total, chegando ao valor de R$205,00.

Para mais informações, acesse: calendariobolsafamilia2020.net

Quem pode solicitar?

Como mencionado, o intuito do Bolsa Família é ajudar famílias que se encontram em situação de pobreza ou extrema prbreza.

Por isso, para receber o benefício é necessário preencher os requisitos de renda abaixo:

  • Para as famílias em situação de pobreza, é necessário ter uma renda mensal de R$89,00 por pessoa.
  • Para as famílias em situação de pobreza extrema, é necessário possuir renda mensal por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00.

Se você está de acordo com esses requisitos, pode solicitar o seu benefício em um CRAS próximo a você. É importante mencionar que para cadastrar os filhos dependentes entre 0 e 15 anos é necessário portar os documentos oficiais (RG e CPRF) dos mesmos. Depois é só aguardar a averiguação do seu pedido.

Quando vou receber?

Todo ano, podem ser que as datas de pagamento do programa mudem. Sem contar que a data de depósito do benefício pode ser diferente dependendo da situação da família.

Se você ainda não conferiu o calendário Bolsa Família,vale lembrar que ele será divulgado em breve. Com previsão de dias de acordo com a solicitação que você realizou no CRAS. Você pode se informar melhor através do site ou do telefone disponíveis na plataforma.

Quais despesas podem ser deduzidas no IR?

O Imposto de renda é uma declaração fundamental para que o contribuinte esteja regular om a Receita Federal. O IR é referente aos rendimento tributáveis anuais, mas vale lembrar que existem alguns gastos que podem ser deduzidos do imposto de renda. Você sabe quais são? Nem tudo pode ser descontado, então confira a seguir quais as despesas que podem ser deduzidas do IR.

O que é a declaração do imposto de renda?

O Imposto de renda é a declaração anual dos rendimentos tributáveis do contribuinte que se encaixa no regulamento do IR. Este imposto se divide em duas categorias: o IRPF, Imposto Para Pessoa Física e o IRPJ, Imposto Para Pessoa Jurídica.

Declarar o IR é muito importante, por isso, é preciso ficar de olho nas informações anuais. Se você ainda tem dúvidas quanto o valor do imposto de renda, verifique a tabela IRPF 2019.

Você sabia que pode realizar a sua declaração do Imposto de Renda 2019 sem sair de casa? O Governo e a Receita Federal desenvolveram uma ferramenta que permite a declaração do imposto de renda via internet.

O que pode ser deduzido do IR?

O imposto de renda é referente aos rendimentos tributáveis, por isso, vale enfatizar que há algumas despesas que podem ser descontadas do valor total do IR. Nem tudo pode ser declarado, portanto, para não acabar informando dados errados ou emitidos valores, saiba o que pode ser deduzido do IR.

No caso de quem paga pensão alimentícia determinada por ordem judicial, o gasto pode ser deduzido. O mesmo vale para os dependentes legais. Também podem ser registradas despesas com educação como: ensino básico, curso técnico ou superior, pós-graduação, tanto para o contribuinte quando pata os seus dependentes.

Despesas médicas, hospitalares e gasto com aparelhos ortopédicos podem ser deduzidos do total. O mesmo vale para a Previdência Oficial e a Previdência Privada.

Como funciona a restituição do IR?

Depois de realizar as deduções do IR, pode ser que você acabe tendo um valor a recebe da Receita Federal. Quando isso acontece, fica disponível para o contribuinte a restituição do imposto de renda.

A restituição é efetuada em determinado período, por isso, quem tem direito ao recurso deve ficar atento ao pagamento. Vale lembrar que em alguns casos, pode ser que após os cálculos do IR, fique um valor pendente a ser pago por você. A cobrança é realizada pela Receite Federal. Caso tenha maiores dúvidas, entre em contato com o órgão responsável pela sua região!

Entenda como transferir de faculdade no FIES

O FIESé um programa de financiamento estudantil que já auxiliou muitos jovens a começarem o seu curso dos sonhos. Mas, muitas vezes, aquela formação tão desejada pode não ser como esperávamos naquela instituição. E quando isso acontece, você sabe como pode transferir de faculdade no FIES sem perder o benefício? Confira o texto a seguir e fique por dentro do assunto.

Como funciona o Fies?

O ingresso na faculdade através de programas de financiamento estudantil ficou muito popular, e o programa mais conhecido da categoria é o FIES. Além disso, o FIES possui as taxas de juros mais baixas do mercado, possibilitando o pagamento do crédito pelos estudantes.

Para participar, os interessados devem se inscrever através do SisFies 2019, se estiverem de acordo com os requisitos do programa. O FIES promove o cumprimento das mensalidades parciais ou integrais do seu curso e você só conclui o retorno do valor por inteiro depois de concluir o seu curso.

Quais as regras de transferência do Fies?

Se você precisa mudar de faculdade por má adaptação, distância ou qualquer outro motivo, saiba que o FIES dispõe a maneira certa de realizar este processo sem perder o benefício do financiamento. Caso queira trocar de curso e não de instituição, fique atento a renovação FIES 2019!

A primeira coisa que você deve saber sobre a transferência de faculdade pela inciativa é que ela deve ser solicitada nos meses de junho ou dezembro, dependendo do semestre do ano que você esteja.

Vale mencionar ainda, que você só só pode realizar esta mudança uma vez por semestre. Se você vai mudar de faculdade, deverá solicitar transferência de instituição e permanecer no mesmo curso. Para mais informações entre em contato pelo telefone FIES 2019.

Como transferir de faculdade no Fies?

Para conseguir mudar de instituição de ensino, você deverá acessar o sistema do FIES e realizar o seu login. Na barra de Aditamento FIES, você encontrará o botão de “Transferência integral” nos aditamentos disponíveis.

Depois de clicar no botão, você deverá fornecer os dados requiridos pela página. Após inserir as informações da sua instituição atual, será preciso informar quanto a nova faculdade. As páginas seguintes solicitarão mais dados como o dia de desligamento do curso atual.

Quando finalizar o processo, aperte em “Gravar e prosseguir”. Todos os dados que você forneceu ao sistema do FIES irão aparecer juntos em  uma tela.

Leia atentamente todas as informações e se não possuir nenhuma divergência, imprima o comprovante do seu pedido de transferência. A solicitação será avaliada e o sistema terá um determinado período de tempo para responder ao seu pedido.

Veja como começar a estudar inglês em casa!

Tanto para o mercado de trabalho como para crescimento pessoal, possuir uma segunda língua é um instrumento importante. O problema é que nem todo mundo dispõe de finança para investir em um idiota como o inglês, por exemplo. Se você quer começar a estudar inglês em casa, mas não tem tanta afinidade com a língua, veja as dicas a seguir e saiba como.

Busque afinidades

Aprender uma nova língua não diz respeito somente a fala e ao léxico, por exemplo. Você irá absorver diversos aspectos sociais da cultura, e por isso, é importante identificar qual viés você mais se identifica e apostar nele.

Se você curte literatura, arte, música, filmes, séries ou desenhos animados, experiencie as mesmas coisas na língua inglesa. Usando destes artifícios, você poderá sentir maior facilidade na hora de fixar os assuntos.

Troque o dublado pelo legendado

Aprender uma nova língua é também proporcionar algumas mudanças na sua rotina para facilitar o aprendizado e a prática. Você pode trocar os filmes e séries dublados pelos legendados.

No começo, pode ser desconfortável, mas sair da zona de conforto na hora de aprender pode abrir novas possibilidades. Com o passar do tempo, a dificuldade vai diminuir e você pode até trocar a legenda para o inglês.

Anote palavras novas

Como você está recebendo diversas informações e estímulos diferentes enquanto aprende inglês, o ideal é anotar todas as palavras novas que você for conhecendo durante o estudo.

Escrever a pulso ajuda na fixação dos novos conteúdos e irá ajudar você a criar um vocabulário mais vasto e mais seguro para a sua segunda língua.

Crie um diário

Como você já deve saber, a prática leva a perfeição e você pode aplicar isso na hora de adquirir outra língua. Se você quer aprender inglês de forma simples e rápida, crie um diário e escreva um pouquinho a cada dia.

Com esta prática, você aprenderá a se expressar, a começar a pensar em inglês e a utilizar o vocabulário que está adquirindo. Você também pode usar um dicionário para ajudar na elaboração de frases.

Use a internet ao seu favor

A internet pode ser o seu maior instrumento na hora de melhorar o seu inglês. Na rede, há diversas possibilidades diferentes de aprendizado, como por exemplo as vídeo aulas disponíveis.

Você também pode procurar por cursos de inglês online! A oferta é baixo e você pode conseguir uma formação com certificado a um custo muito acessível.

Como funciona a frequência escolar para o Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa social que auxilia famílias através de suporte financeiro. O programa não pode ser acessado por todos os cidadãos, é preciso antes preencher alguns requisitos.

Além dos critérios para a inscrição, o programa irá exigir também requisitos de permanência, como por exemplo a frequência escolar das crianças registradas. Quer entender melhor sobre o assunto? Leia o texto a seguir e saiba mais.

Como funciona o Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda gerenciado pelo Governo Federal. O intuito desta inciativa é garantir que as necessidades básicas das famílias cadastradas sejam cumpridas.

O valor do programa depende diretamente da quantidade de crianças e adolescentes na residência, e deverá ser destinado a garantia de vestimenta, alimentação, transporte e acesos à educação.

Para continuar funcionando corretamente, o programa dispõe de um regulamento de cadastro e permanência para o benefício, como por exemplo, a necessidade de matrícula e a frequência mínima para jovens e crianças registrados no Bolsa Família.

O que é e como funciona a frequência escolar para o programa?

Para que a família continue recebendo o benefício proporcionado por este programa social, ela deverá fornecer corretamente os dados da família e dos dependentes legais.

Além destes dados, também é preciso que os dependentes estejam regularmente matriculados na escola e cumprindo uma quantidade base de presença.

Todos os dependentes de 6 a 17 anos devem estar registrados em uma instituição de ensino. Até os 13 anos é necessário manter 85% de frequência nas aulas, enquanto os jovens entre 16 e 17 devem ter uma porcentagem de 75% de frequência.

Caso seja comprovada a falha neste requisito, a família pode ser punida pelo programa, tendo seu benefício suspenso ou retido. Por isso, o ideal é manter os dados atualizados e cumprir o requerimento.

Quem pode receber o auxílio?

O programa se divide em duas categorias: famílias que se encontram em pobreza e famílias que se encontram em pobreza extrema. Nem todas as famílias têm direito a se utilizar do Bolsa Família e para participar é preciso preencher requisitos socioeconômicos. São eles:

  • Para as famílias que precisam do auxílio na condição de pobreza absoluta, é necessário possuir renda mensal por pessoa equivalente a R$ 85;
  • Para as famílias que irão pedir auxílio para condição de pobreza, é preciso ter renda mensal por pessoa entre R$ 85,01 e R$ 170.

Vale lembrar que estes valores estão sujeito a mudança, pois sofrem influência anual do reajuste do salário mínio. Por isso, fique atento às informações do Bolsa Família antes de realizar o seu cadastro!

FONTE

© 2019 FLASH MODE. All rights reserved.

Theme by Anders Norén.